Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento com a UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina)

Produção de H2 verde para aplicações industriais, armazenamento de energia, eletromobilidade e descarbonização da Amazônia (Amônia e Agro-Fotovoltaica).

O projeto de cooperação com a GIZ tem um orçamento de 2,3 milhões de euros destinado a várias atividades, tais como a construção de um laboratório para a produção e utilização do H2 verde e seus derivados, a ser produzido a partir da geração de eletricidade solar fotovoltaica (FV) e da eletrólise da água.

O projeto visa provar o conceito de uma planta de produção H2 verde com energia FV e seu uso na produção de eletricidade por uma célula de combustível que possa ser replicada e ampliada de uma forma geral em qualquer região. Mais especificamente, na região amazônica em que predomina o uso de diesel. Assim, objetiva-se a replicação para produzir H2 verde numa base comercial e promover a descarbonização da produção de energia. Outras atividades incluem:

  • Identificação de aplicações inovadoras e desafios utilizando o H2 verde.
  • Sistema de produção de NH3 (amônia) a partir de H2 verde.
  • Análise da viabilidade técnica ambiental e económica do H2 verde no contexto da descarbonização da Amazônia.
  • Publicação dos resultados e formação dos recursos humanos.
  • Desenvolvimento de capacidades e intercâmbio com universidades alemãs.

Construção Laboratório de H2V na UFSC.

Conteúdos relacionados

Notícia

A COPPE/UFRJ organiza evento no Brazil Climate Action Hub, e lança projeto H2 verde na COP27

A Coppe/UFRJ, em parceria com a GIZ Brasil e o Projeto Decarboost, apoiado pela IKI na Argentina, Brasil e Peru, organiza evento no Brazil Climate…

  • 17/11/22

Notícia

Coppe apresenta na COP27 projeto Hidrogênio Verde e debate instrumentos financeiros e precificação de carbono

A Coppe/UFRJ, em parceria com a GIZ Brasil e o Projeto Decarboost apoiado pela IKI na Argentina, Brasil e Peru, promove, dia 17 de novembro, o evento…

  • 16/11/22

Notícia

Florianópolis terá usina de hidrogênio verde de R$12 milhões

Investimento é da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit, a Cooperação Técnica Alemã.

  • 31/01/23

Parceiros